Aladdin! - Laço das Flores

26 de maio de 2019

Aladdin!

A minha infância foi imersa aos contos de fadas da Disney, e tô amando essas volta em forma de filme, toda vez que algum desses contos é relançado eu corro pro cinema conferir, e com Aladdin não foi diferente, era um dos meus desenhos favoritos na infância, tinha todos os Aladdins, era Aladdin e os 40 ladrões, Aladdin e o Retorno de Jafar e por ai vai. O Live Action do Aladdin traz algumas mudanças, mas a essência é a mesma, tanto que algumas cenas são idênticas ao do desenho e para mim que sou uma super fã, amei, fui a loucura, deu toda aquela nostalgia gostosa.








Aladdin é um filme musical de fantasia e romance estadunidense de 2019, dirigido por Guy Ritchie e escrito por Ritchie em colaboração com John August e Vanessa Taylor, sendo o remake em live-action do longa-metragem animado Aladdin, de 1992, baseado no conto árabe As Mil e Uma Noites e na versão francesa de Antoine Galland. Produzido pela Walt Disney PicturesRideback, Vertigo Entertainment, Big Talk Films e Marc Platt Productions e distribuído pela Walt Disney Studios Motion Pictures, é estrelado por Mena Massoud, Naomi ScottWill Smith, Marwan Kenzari, Navid NegahbanNasim Pedrad, Billy Magnussen e Numan Acar.


Sinopse:
Aladdin (Mena Massoud) é um jovem ladrão que vive de pequenos roubos em Agrabah. Um dia, ele ajuda uma jovem a recuperar um valioso bracelete, sem saber que ela na verdade é a princesa Jasmine (Naomi Scott). Aladdin logo fica interessado nela, que diz ser a criada da princesa. Ao visitá-la em pleno palácio e descobrir sua identidade, ele é capturado por Jafar (Marwan Kenzari), o grão-vizir do sultanato, que deseja que ele recupere uma lâmpada mágica, onde habita um gênio (Will Smith) capaz de conceder três desejos ao seu dono.

Trailer:



As músicas também são do desenho original,mas é claro que houveram algumas adicionais, como a da Jasmine onde mostra a questão do empoderamento feminino, onde ela mostra sim que tem voz e deve ser ouvida. Não posso falar da atuação do Will Smith, mas eu amei  gênio nessa versão, acho que lembrou muito o original, muito irônico,  divertido, amigo, fiel; Ah gente, eu amei o filme, achei lindo lindo e lindo, a única coisa que me decepcionou um pouco foi o papel do Jaffar, não sei se era porque eu era criança, mas lembro do jaffar como um vilão muito forte, macabro, e não senti isso nesse filme.
E ai, quem já assistiu, o que acharam?!

Nenhum comentário:

Postar um comentário