Em alta: cintos! - Laço das Flores

13 de julho de 2015

Em alta: cintos!

Ei, flores! Tudo bem com vocês?
No post de hoje trago um acessório que está super em alta: os cintos. Nesse inverno, eles aparecem bem largos (inclusive tem um modelo super em alta que já conto), para marcarem as cinturinhas.
Na minha opinião, os cintos podem sim nos deixar com uma cintura mais fina e deixar o look mais delicado e feminino, sabem? Mas, para isso, devemos nos atentar na hora de usar.
Acho que vai da pessoa se olhar no espelho, gostar ou não do que está vendo para comprar determinada peça. Mas, estou aqui com algumas dicas:
  • Se você é mais baixa e/ou está acima do peso, o cinto ideal é aquele no mesmo tom ou o mais próximo possível da roupa. 
  • Se seu busto e/ou seu quadril são muito grandes, tome cuidado na hora de escolher o cinto e a roupa que irá vestir junto, pois pode ser que fiquem ainda maiores (acaba sendo uma dica para quem quer aumentar rs)!
  • Na minha opinião, os cintos ficam lindos quando combinados com roupas mais larguinhas, pois assim, marcam sua cintura sem deixar nada muito evidente.
Bom, depois dessas dicas... Tenho outra. Hahaha. Um modelo de cinto que está super em alta é o obi (que é tipo uma faixa mais grossa com uma faixinhas mais fina amarrada junto à ela. As três primeiras imagens são usando ele). Já vi em várias vitrines (várias mesmo) mas nunca provei nenhum. Claramente eles tem uma certa inspiração do Japão, porque se assemelham muito às faixas que as japonesas amarram aos kimonos. Como não provei nenhum, não sei ao certo como ele "funciona" haha. Mas, pelo que pesquisei, vi que é importante que a faixa mais larga dele seja macia para se moldar melhor ao corpo. 

Bem, como imagens dizem mais que palavras, como sempre trouxe inspirações de como usar os cintos (obi ou não) nesse inverninho:
Michelle | Michele | Audrey
Maegan | Imagens retiradas da Internet.
Imagens retiradas da Internet | Anne
Espero que tenham gostado do post! Me contem aqui nos comentários se vocês usam esse obi também!
Beijos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário